Nova edição do Integra PC capacita mais de 250 Policiais Civis no Tocantins; última etapa aconteceu em Palmas e aperfeiçoou cerca de 60 Policiais da Polícia Científica

18/09/2023 18/09/2023 12:42 144 visualizações

Da Ascom

Aconteceu em Palmas, entre os dias 11 e 15 de setembro, o curso para a Turma IV, da Nova edição do Integra PC, que aperfeiçoou mais de 250 Policiais Civis no Tocantins. Esta etapa foi destinada exclusivamente à Polícia Científica, que é uma especializada da polícia civil, e ministradas aulas voltadas ao aperfeiçoamento da classe. No último dia do curso, foram ministradas aulas aos Agentes de Necrotomia e Peritos Oficiais Médicos Legistas da Polícia Científica da PC sobre o tema Entomologia Forense. 

O presidente do Sindicato dos Peritos oficiais do Tocantins (Sindiperito), Silvio Jaca, informou que 'este ano os primeiros dias de aula foram integrados com aulas conjuntas entre todos os cargos da polícia científica onde Peritos de todas as áreas, Papiloscopistas e Agentes de necrotomia puderam trocar experiências do trabalho e interagir com os novos aprendizados. Essa iniciativa muito positiva da direção da Espol proporcionou maior enriquecimento da rotina de aprendizado priorizando a integração entre os cargos que compõe a polícia científica e entre os vários núcleos espalhados pelo Estado que prestam esse importante serviço aos Tocantinenses', destacou o presidente.

 

Segundo informou o Perito Oficial Wanderson Rocha, que ministrou a disciplina ‘Coleta de Amostras Biológicas Forenses’, para os Peritos Médicos Legistas e aos Agentes de Necrotomia, ocorreu também no período da manhã do último dia a parte teórica e introdutória abordando os conceitos gerais, aplicabilidade da entomologia forense na estimativa de Intervalo Pós-morte e a manutenção da cadeia de custódia dos vestígios entomológicos e no período da tarde, os participantes tiveram uma aula prática no Laboratório da UFT - Campus Palmas tendo como professor o Perito Oficial da área de Ciências Biológicas Tiago B. Scapini. A atividade prática contou com simulações de coleta, acondicionamento, criação e identificação de espécies de interesse forense.

Outra importante disciplina, a de ‘Física Aplicada a Acidentes de Trânsito’ foi ministrada pelo Perito Oficial Criminal David Barnabé. Durante o curso, foram abordados os princípios básicos da física na área de mecânica, como o Princípio de Conservação da Energia e o Princípio de Conservação da Quantidade de Movimento, técnicas essenciais para o cálculo de velocidades em acidentes de trânsito, permitindo uma fundamentação teórica na reconstrução dos eventos. 

Integra PC

De iniciativa da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Tocantins (SSP-TO), esta edição do Integra PC, curso de aperfeiçoamento intelectual e operacional de agentes da segurança pública com vistas à atuação eficiente e eficaz no desempenho das atribuições ofertou 200 vagas para a Polícia Civil e 60 vagas para a Polícia Científica da Polícia Civil.

A capacitação da Turma I do curso ocorreu, no período de 19 a 23 de junho, em Gurupi, onde encontra-se sediada a 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil (7ª DRPC). A Turma II aconteceu em Araguaína, onde localiza-se a  2ª Delegacia Regional de Polícia Civil (2ª DRPC), no período de 14 a 18 de agosto. Já em Palmas, ocorreram o aperfeiçoamento da Turma III, no período de 28 de agosto a 1º de setembro, e da Turma IV, destinada exclusivamente à Polícia Científica, no período de 11 a 15 de setembro.

O curso aconteceu de forma presencial, com carga horária de 44 horas/aulas, e na modalidade à distância, com carga horária de 26 horas/aulas, totalizando 70  horas/aulas.  As aulas ocorreram, em regra, nos períodos matutino e vespertino para todas as turmas, e em alguns casos, estenderam ao período noturno. Os recursos financeiros para a realização do curso são provenientes do Fundo para Modernização da Polícia Civil do Estado do Tocantins (Fumpol).